Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘listras’

Já postei aqui fotos com diversas versões de listras na parede. Agora publico um PAP com as que fiz no meu futuro quarto e no escritório.

  • Primeiro defina a posição das listras (horizontal ou vertical). Depois, as cores e a largura;
  • As faixas/cores devem ser intercaladas com fita crepe (usei de 2 cm e de 5 cm);
  • Meça as faixas em cada extremidade da parede com régua e marque com lápis;
  • Cole a fita crepe e alise bem, para colar por igual e não entrar tinta nas bordas (e mesmo assim ainda acontece);

  • Pinte as faixas com rolinho simples de espuma. Evite os pincéis (por experiência própria, eles formam riscos difíceis de cobrir com outras demãos);

  • Dê duas ou três demãos (vai depender da cor/cobertura), aguarde a secagem e remova a fita crepe.

Gostou das core? Então anota:

Listras lilázes – (quarto) – todas da Coral: Malva Prateada (mais clara), Paz Noturna (média) e Reflexo de Ametista (mais escura).

Listras coloridas (escritório) – o vermelho/vinho eu ganhei um restinho de tinta, só sei que é da Suvinil; Verde Kiwi (Coral); goiaba (vermelho + branco); azul (pigmento Xadrez + branco); lilás claro (Malva Prateada – Coral); Laranja Imperial (Coral), cinza (Véu, Coral); lilás médio (Paz Noturna – Coral) e lilás escuro (Reflexo de Ametista – Coral).

Lembrando que o pigmento Xadrez permite criar várias cores e tonalidades diferentes no latéx branco e é bem baratinho.

Read Full Post »

Exemplos fofos de misturas de estampas que “conversam” entre si: floral,   listras, xadrez.

O segredo do uso da mistura de estampas é  definir uma cor como ponto de partida e coordenar os desenhos com colorações em comum. Quanto mais cores parecidas, mais harmônico ficará o visual.

Aqui até as flores reais combinam com o ambiente

O branco predomina e as estampas dão o toque de cor

Acho chique marrom com azul

O roxo da parede também aparece nas estampas das cadeiras

Read Full Post »

Listras largas e em cores suaves enfeitam a cabeçeira

Acho uma graça paredes listradas. No meu quarto já tem um lugar reservado para elas onde, a princípio, foi feito um rebaixo no reboco para o encaixe da cabeceira da cama (igual na foto acima). Isto antes da mudança de planos, da possibilidade de inclusão do closet, e a cama acabou tendo que mudar de parede.

Simples de fazer, não requer muita prática nem habilidade. Tá bom vai, talvez um pouquinho…

  • Primeiro é preciso definir a largura das listras com uma régua, marcando a parede com um lápis, por exemplo;
  • Elas podem ser de tamanhos regulares ou uma mescla de listras grossas e finas, verticais ou horizontais, de cores neutras, tom sobre tom ou mais vibrantes, vai do gosto do freguês;
  • Depois, é só aplicar fita crepe para proteger a parte que não receberá tinta (ah, a parede já deve estar previamente pintada de branco, por exemplo);
  • Com um rolinho é só preencher os espaços com as cores escolhidas;
  • Só depois que a tinta secar completamente as fitas crepe podem ser removidas.

Sem inspiração para a escolha das cores? Dá uma olhada nos encartes  “Efeito das cores” que a Suvinil preparou para a revista Casa Cláudia com dicas de combinações entre cores e objetos. Os aquivos são em PDF e dá pra imprimir!

A Coral também lançou o “Ideia Card”, sete guias de combinação de cores (vermelhos, laranjas, amarelos, verdes, azuis, violetas e neutros). Eu tenho uma pastinha fofa com os encarte da Coral, recebi em casa, pelo correio (já faz um bom tempo). Não sei se eles ainda enviam, mas já cheguei a ver folders em lojas de tintas.

Horizontais e verticais na mesma parede

Listras verticais e horizontais na mesma parede

As listras mais finas são da largura da fita crepe

Como detalhe no corredor

Na horizontal, multicoloridas e de várias larguras

Par destacar o balcão que separa a cozinha da sala de estar

Colorindo o quarto do bebê

Como pintura de fundo entre as prateleiras

Read Full Post »